Senepol 3G e Instituto de Zootecnia: Uma parceria de sucesso!

Data: 13/10/2017 12:07:45 Autor: Renata Helena Branco Arnandes – Doutora em Zootecnia, pela Universidade Federal de Viçosa/MG. Diretora Técnica de Departamento - Instituto de Zootecnia - IZ.

Considerando o crescimento e as possibilidades de benefícios da raça Senepol para o país, a Agropecuária 3G, com visão técnica e empreendedora, busca ferramentas precisas e eficientes para identificar animais superiores em características de crescimento e eficiência alimentar. Para tanto, celebra, há três anos, parceria técnico-científica com Instituto de Zootecnia.

A parceria 3G - IZ teve início, em dezembro de 2014, com o primeiro Teste de Verão de Eficiência Alimentar do IZ. O Instituto de Zootecnia desenvolve pesquisas e realiza avaliações de eficiência alimentar, há 12 anos, com equipe de pesquisadores qualificada e ferramentas tecnológicas adequadas. Os testes do IZ, oficialmente reconhecidos pelo Ministério da Agricultura e Abastecimento, seguem protocolos internacionais de avaliação animal (www.iz.sp.gov. br/publica.php?id=353) e têm como objetivo identificar, dentro de grupos de contemporâneos, animais geneticamente superiores para características de interesse econômico.

Durante os testes, os animais permaneceram em instalações equipadas com sistemas de alimentação, fornecimento de água e pesagem automáticos (Grow Safe® e Intergado®), por período mínimo de 98 dias, sendo 28 dias de adaptação à dieta e instalações e 70 dias para avaliações do consumo de matéria seca, peso e ganho de peso. Além das pesagens automáticas realizadas pelo sistema, todos os animais são pesados em manejo convencional, a cada 15 dias.

Ao final dos testes, os animais são classificados quanto ao consumo alimentar residual (CAR), que é uma medida de eficiência alimentar baseada na diferença entre o consumo de matéria seca (CMS) observado e o CMS predito com base no peso vivo metabólico (PV0,75) e no ganho médio diário (GMD), além de avaliações morfológicas objetivas e visuais, de carcaça por ultrassonografia (Área de Olho de Lombo, Espessura de Gordura Subcutânea e Espessura de Gordura da Garupa), e reprodutivas, como: contagem folicular nas fêmeas e exames andrológicos nos machos.

O CAR é uma característica de eficiência alimentar que identifica animais que demandam menos energia para mantença e ganho de peso, ou seja, animais mais eficientes na utilização dos nutrientes. O conjunto das características avaliadas nos testes do IZ contribui para a identificação e seleção de animais equilibrados, com alta eficiência econômica, fornecendo aos pecuaristas informações seguras quanto à qualidade dos touros e matrizes 3G.

Ao longo desses três anos de parceria, 230 animais, machos e fêmeas, da linhagem 3G, foram avaliados nos testes do IZ. Foram identificados os animais mais eficientes, ou seja, que apresentaram consumo de matéria seca menor para mantença e ganho de peso em relação à média do grupo de contemporâneos (CAR de -2,09 kgMS/dia), além de ganhos máximos de 1,97 kg/dia e médios de 1,48 kg/dia para machos e expressiva precocidade de acabamento e sexual, com média de espessura de gordura no lombo de 3,10 ± 1,59 mm, aos 16 meses. E, ainda, 52% das fêmeas avaliadas estavam aptas à reprodução, aos 15 meses de idade. Tais resultados obtidos, até o momento, evidenciaram, além da capacidade de adaptação ao clima tropical úmido do nosso país, a alta eficiência e potencial de desempenho dos animais 3G.